Próxima Turma:

Recife-PE:

  • Dia 10/06 – Sábado – das 8 às 20 horas;
  • Dia 11/06 – Domingo – das 8 às 20 horas.

Inscrição / Mais Informações: atendimento@alacoaching.com.br ou (19) 99154-2376 (Whatsapp).

 

Formação em Analista Comportamental DISC:

Em 1928 o estudo do comportamento humano tomou forma e começou a chamar a atenção dos estudiosos e pesquisadores. O Psicólogo William Moulton Marston, em sua obra Emotions of normal people, apresentou o seu método de compreensão dos padrões de comportamento, temperamento e personalidade das pessoas. Então titulada como DISC, essa metodologia apresentava uma visão abrangente da maneira como as pessoas pensam, agem e interagem.

Marston, influenciado pela obra The Principles of Psychology do professor de Harvard, Willian James, desenvolveu seu método após estudar os traços de personalidade, padrões de comportamento e reações instintivas de milhares de indivíduos. Segundo ele, todos nós apresentamos traços e padrões de comportamento que se relacionam com quatro estilos básicos de perfil que, por sua vez, explicam a origem da palavra DISC: Dominance (dominância), Influence (influência), Steadiness (estabilidade) eConscientious (consciência).

Apesar de ter sido Marston o autor do método DISC, foi o psicólogo organizacional Walter Vernon Clarke que, em 1948, com o propósito inicial de recrutar as pessoas certas para os cargos certos, transformou as teorias de Marston em uma ferramenta de pesquisa comportamental, então denominada como assessment. Um questionário de múltipla escolha projetado para identificar os traços característicos do comportamento de um indivíduo e assim poder determinar a sua personalidade. Entretanto, embora a maioria das pessoas apresente um estilo comportamental mais predominante, todos apresentam traços dos quatro estilos em proporções variadas que resultam em um perfil característico.

Dentre as diversas vantagens e aplicações dos assessments, estão:

  • Possibilitar o aprimoramento das habilidades de liderança e relacionamento interpessoal;
  • Permitir a construção de metas congruentes com cada composição de perfil, levando-se em consideração os seus pontos fortes e pontos de melhoria;
  • Diminuir conflitos e ruídos de comunicação entre os colaboradores de uma equipe;
  • Oferecer um direcionamento eficaz para a contratação e relocação de colaboradores de modo a colocar as pessoas certas nos lugares certos;
  • Aumentar a produtividade por meio da congruência entre diferentes tarefas e seus respectivos perfis;
  • Construir equipes de alta performance.

A equipe técnica da ALAC, juntamente com sua rede credenciada de coaches, psicólogos, analistas comportamentais e estudiosos do assunto, decidiram propor uma abordagem que mais conservasse a terminologia proposta inicialmente por Marston. Como no Brasil o termo “Consciencioso” não é muito utilizado, decidiu-se, portanto, adotar o termo “Analítico” para retratar o perfil de “consciência”.

**Todos os Direitos Reservados**